A felicidade é um estado imaginário?

Devemos buscar à verdade dos nossos próprios desejos, exercer o direito de não ser mais um na multidão de alienados que nos cercam. Saúde mental é viver nossos sonhos e deles se alimentar, é criar meios para que eles se realizem.Devemos como ponto de partida a análise crítica de nós mesmos.De analisarmos do todo que exteriozamos o que nos pertence, o que tem a ver com nós ou o que simplesmente copiamos dos outros. Saúde mental é tão simples e ao mesmo tempo tão complexa.Só tomando consciência das forças que agem sobre nós poderemos alcançar à liberdade máxima como ser humano. Só poderemos viver à saúde mental se compreendermos as necessidades específicas originadas das condições da existência humana.Se entendermos amor e ódio não como impulsos contraditórios, mas sim respostas á estas necessidades específicas do homem de transcender a sua natureza animal. Ter saúde mental num mundo tão doente, tão cruel e tão desumanizado é possível? O homem só será saudável, equilibrado e criativo através da cooperação, da fraternidade e da vivência cotidiana de uma sexualidade plena e afetiva. Não me refiro a felicidade fantasística, esta, um estágio imaginário só possível nos nossos mais secretos sonhos. Falo dos breves e fulgazes momentos felizes, até porque nós psicanalistas sabemos que nosso aparelho psíquico não suportaria tanto prazer. Quanto mais buscarmos fora e não dentro de nós o sentido de nossa vida, está afastada a possibilidade de mesmo nesse mundo doente chegarmos a vivenciar á única coisa que vale a pena realmente lutar que é a nossa saúde. Saúde mental é amar a nós mesmo, é lutar para que este amor seja operante no sentido de promover um crescimento existencial e afetivo satisfatório.È sentir dentro de nós que o mais simples deve ser sempre o mais importante. É fazer acontecer mudanças realmente significativas em nossa vida é assumirmos o perigo e a solidão de nossa singularidade.Ter saúde mental é lutar pela integridade psíquica mesmo pagando o preço de não ser submetido e alienado pela ilusão da felicidade.

Franklin Bezerra

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s